Líderes de 11 partidos encaminham manifesto ao vice-governador Pezão pedindo abertura das negociações com o Sepe

9 outubro, 2013 às 18:00 por Fernando LOBO

Líderes de bancadas na Alerj de 11 partidos (PRB, PR, PTM, PT, PPS, PSB, PSOL, PP, PSDB, PSC, SDD) encaminharam, no dia 08 de outubro, ao vice-governador do Estado, Luiz Fernando Pezão, documento em que manifestam a preocupação com a situação dos profissionais de Educação do Estado do RJ. No texto, é pedido a abertura de um canal de negociação entre o governo e o Sepe.

SEPE/RJ

50 visitantes leram este post

PSC transmite programa partidário nesta quinta (23)

23 maio, 2013 às 9:59 por Fernando LOBO

Na noite desta quinta-feira (23), o Partido Social Cristão (PSC) exibe seu programa partidário em rede nacional de rádio e de televisão. O programa tem duração de dez minutos e vai ao ar às 20h no rádio e às 20h30 na televisão, com geração da Rede Globo de Rádio e Televisão do Rio de Janeiro.

A propaganda partidária é um direito garantido a todas as legendas registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e tem o objetivo de difundir os programas de cada partido; transmitir mensagens aos filiados sobre a execução do programa partidário; dos eventos com esse relacionado e das atividades congressuais do partido; divulgar a posição do partido em relação a temas político-comunitário; e promover e difundir a participação política feminina, dedicando às mulheres o tempo que será fixado pelo órgão nacional de direção partidária, observado o mínimo de 10%.

A quantidade de programas e a duração das exibições dependem de critérios estabelecidos na Lei dos Partidos Políticos (Lei n° 9.096/1995) e no artigo 3º da Resolução 20.034/1997 do TSE. De acordo com essas normas, o partido que tenha concorrido ou venha a concorrer às eleições gerais para a Câmara dos Deputados, elegendo, em duas eleições consecutivas, representantes em, no mínimo, cinco Estados, obtendo, ainda, um por cento dos votos apurados no País tem direito à realização de um programa por semestre, em cadeia nacional, com duração de 10 minutos cada um. Também tem direito a 20 minutos por semestre em inserções de 30 segundos ou um minuto.

Já ao partido que tenha elegido e mantenha filiados, no mínimo, três representantes de diferentes Estados, é assegurada a realização anual de um programa, em cadeia nacional, com a duração de dez minutos. O partido que não tenha atendido a esses critérios tem assegurada a realização de um programa em cadeia nacional em cada semestre, com a duração de cinco minutos.

Requerimento

Os requerimentos para transmissão de propaganda partidária devem ser encaminhados à Justiça Eleitoral até o dia 1º de dezembro do ano anterior ao da transmissão.

TSE

7 visitantes leram este post

PSC anuncia pré-candidato à Presidência da República

14 maio, 2013 às 15:22 por Fernando LOBO


Everaldo Pereira (foto), vice-presidente nacional do PSC, foi escolhido pelos membros da Executiva Nacional do partido para disputar o cargo de presidente da República em 2014. O anúncio foi feito hoje (14), no Plenário da Câmara dos Deputados, pelo líder André Moura (SE). “ Eu não tenho dúvida de que essa decisão tomada pela nossa executiva se tornará uma grande alternativa para o Brasil no ano de 2015”, disse Moura.

O líder informou que, a partir de agora, como pré-candidato do PSC, Pereira visitará todos os diretórios estaduais e municipais a fim de identificar as demandas de cada região. Em seguida, em conjunto com os demais dirigentes, será elaborado o Plano de Governo do partido para o período de 2015/2018.

“Com um documento fruto de conversas com a sociedade organizada e diversos outros segmentos, certamente, conseguiremos nos apresentar ao povo brasileiro como uma alternativa viável e verdadeira de mudança para este país”, completou Moura. Em consonância com o calendário eleitoral, esse documento será apresentado para homologação na Convenção Nacional da sigla.

Em caravana por todo país, Everaldo Pereira deve uniformizar o discurso do partido em defesa da família tradicional, dos valores cristãos, do posicionamento contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo, contra o aborto. “Levantaremos também, nacionalmente, a bandeira do voto facultativo e da redução da maioridade penal, temas tão abordados e debatidos pelos nossos parlamentares no Congresso Nacional”, afimou o pré-candidato.

ASSISTA AO DISCURSO DO LÍDER ANUNCIANDO A DECISÃO DO PSC:

PSC

11 visitantes leram este post

Feliciano para presidente

10 maio, 2013 às 0:36 por Fernando LOBO

Achou pouco?

A executiva do PSC discutirá terça, em Brasília, o lançamento do deputado Marco Feliciano, ele mesmo, à sucessão de Dilma, em 2014.

Claudio Humberto

10 visitantes leram este post

Bahia: 13 legendas podem ficar sem fundo partidário

1 maio, 2013 às 16:41 por Fernando LOBO

Segundo o TRE, somente 16 dos 29 partidos políticos representados no estado entregaram no prazo legal a prestação de contas de 2012; os 13 partidos em débito com a Justiça Eleitoral são PSB, PSDB, PRP, PSC, PRB, PSL, PTC, PCB, PSDC, PHS, PRTB, além de PPS e PMN, que se fundiram na criação do Mobilização Democrática (MB)

Dados do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) apontam que somente 16 dos 29 partidos políticos representados na Bahia entregaram no prazo legal a prestação de contas anual, que consiste em declaração de receitas, despesas e uso do fundo partidário em todo o ano de 2012. O prazo terminou nesta terça-feira (30).

Os 13 partidos em débito com a Justiça Eleitoral são PSB, PSDB, PRP, PSC, PRB, PSL, PTC, PCB, PSDC, PHS, PRTB, além de PPS e PMN, que se fundiram na criação do Mobilização Democrática (MB).

Conforme explicação do TRE, as legendas em situação irregular ficam sujeitas ao corte das verbas destinadas ao fundo partidário. Os relatórios serão analisados pelas respectivas instâncias da Justiça Eleitoral, que, em julgamento, vai estipular o montante e o período de suspensão dos repasses.

Brasil 247

23 visitantes leram este post

TSE faz pente-fino nas contas de 17 partidos

23 outubro, 2012 às 0:41 por Fernando LOBO

Após constatar uma fraude nas contas do PP, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) investiga as prestações de outros 16 partidos para apurar se houve desvios de recursos do fundo partidário.

Uma auditoria vasculha 60 processos com comprovantes dos gastos repassados à Justiça entre 2001 e 2009.

Folha teve acesso à relação que é alvo do pente-fino do TSE. Além do PP, a análise atinge PDT (5 processos), PTB (5), PSB (4), PMDB (3), DEM (2), PSDB (1) e outros partidos menores.

A abertura da investigação foi determinada pela presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia, no último dia 28.

O objetivo é apurar se o dinheiro do fundo partidário foi aplicado irregularmente ao mesmo tempo em que o TSE, por meio de um setor chamado Coordenação de Exame de Contas Eleitorais e Partidárias, aprovou as prestações.

O fundo é constituído por verbas da União, multas, penalidades, doações e outros recursos. Neste ano, os partidos receberão R$ 324 milhões. Pela lei, a verba deve ser usada em atividades e no funcionamento da sigla.

A auditoria foi constituída depois da constatação de irregularidade nas contas de 2000 a 2005 do PP. Apesar de uma série de problemas, elas foram aprovadas pelo TSE.

O caso do PP também foi enviado para a Polícia Federal. Tanto a PF como TSE apuram a atuação do ex-coordenador de exame de contas do tribunal Wladimir Azevedo Caetano, hoje no Conselho Nacional de Justiça.

A auditoria do TSE já constatou que Caetano retirava das mãos de subordinados processos de prestação e aprovava as contas.

O tribunal suspeita que o desfalque do PP ultrapassa R$ 20 milhões. São irregularidades como notas frias e gastos alheios às atividades partidárias.

Um total de R$ 4,2 milhões se refere a documentos considerados “inidôneos” para justificar, em geral, pagamentos em espécie a pessoas não identificadas. Sem documento comprobatório, por exemplo, foi gasto R$ 1,4 milhão.

Relatório entregue à presidente do TSE diz que “conclui-se que o PP cometeu fraude processual” e induziu o tribunal a erro. Os ministros do TSE costumam seguir os pareceres da área técnica.

A rejeição da contas implica na suspensão do repasse mensal por até um ano, além de ressarcimento.

Editoria de arte/Folhapress

 OUTRO LADO

Os dirigentes dos principais partidos afirmam desconhecer o teor da investigação.

O presidente do PMDB, Valdir Raupp disse acreditar não haver irregularidades nas contas do PMDB.

O presidente do PDT, Carlos Lupi, afirmou que as contas da sigla estão em situação regular. O do DEM, Agripino Maia, também disse que o partido não foi notificado.

Carlos Siqueira, 1º Secretário do PSB, disse que o partido está à disposição do TSE.

A assessoria do presidente do PP, Francisco Dornelles (RJ), disse não tê-lo localizado para falar. Os dirigentes PTB não foram encontrados. O PSDB não respondeu.

A Folha deixou recado no atual local de trabalho de Wladimir Caetano, mas não conseguiu falar com ele.

Folha

17 visitantes leram este post

PSD receberá participação proporcional do Fundo Partidário retroativa a julho

30 agosto, 2012 às 8:58 por Fernando LOBO

Ministra Luciana Lóssio

A participação do Partido Social Democrático (PSD) na divisão dos recursos do Fundo Partidário será retroativa ao mês de julho e os valores devidos serão descontados de 22 agremiações que perderam para a nova legenda filiados que foram candidatos na eleição de 2010 para o cargo de deputado federal e obtiveram votos válidos. A decisão, por maioria, foi tomada na sessão administrativa do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) realizada na noite de terça-feira (28).

Assim, os valores referentes aos meses de julho e agosto serão pagos integralmente junto com a parcela de setembro. As quotas do Fundo partidário são pagas no dia 20 de cada mês.

No dia 29 de junho, o TSE concedeu ao PSD maior participação na divisão dos recursos do Fundo Partidário. Entretanto, o acórdão foi publicado no dia 27 de agosto e gerou uma divergência quanto à data para o início do pagamento: se a partir da data da decisão ou da data da publicação.

Acompanhando o voto da relatora, ministra Luciana Lóssio, a Corte decidiu que o partido tem direito à sua cota proporcional do Fundo Partidário a partir da data da decisão. Ficou vencido o ministro Arnaldo Versiani, que entendeu que tal direito só valeria a partir da publicação do acórdão.

Os valores são referentes à repartição dos 95% do Fundo que são distribuídos entre as legendas, levando-se em conta os votos recebidos pelos partidos na última eleição para a Câmara dos Deputados. Os candidatos, eleitos e não eleitos, que se filiaram ao PSD tiveram mais de 6 milhões de votos nas eleições de 2010.

O Partido vinha recebendo apenas o percentual mínimo – rateio dos 5% do Fundo Partidário, que são distribuídos igualitariamente entre os partidos -, equivalente a pouco mais de R$ 40 mil por mês. Com a decisão de junho deste ano, o PSD receberá mais de R$ 1 milhão por mês.

O TSE reiterou que partido recém-criado tem direito ao acesso aos 95% das verbas do Fundo Partidário de acordo com a votação nominal recebida por cada filiado candidato nas últimas eleições para a Câmara dos Deputados, ainda que não eleito, que tenha migrado para a nova legenda.

As legendas que perderam votos para o PSD são: DEM, PCdoB, PDT, PHS, PMDB, PMN, PP, PPS, PR, PRB, PRTB, PSB, PSC, PSDB, PSDC, PSL, PT, PT do B, PTB, PTC, PTN E PV.

TSE

9 visitantes leram este post

Partidos receberam R$ 200 milhões do TSE em oito meses

28 agosto, 2012 às 9:53 por Fernando LOBO

Os 27 partidos políticos do país receberam até agosto deste ano do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) um total de R$ 201,1 milhões. Os recursos vêm do Fundo Partidário, voltado à manutenção das agremiações políticas de todo o país. A verba do fundo, em sua maior parte, vem do Orçamento da União e fica sob administração do Tribunal. Até o final do ano, as legendas devem receber um total de R$ 326,1 milhões. As informações são do site Contas Abertas.

A quantia total destinada à cada agremiação é definida de acordo com a votação anterior de cada sigla à Câmara Federal. Os repasses, no entanto, podem ser suspensos caso não seja feita a prestação de contas anual pelo partido ou esta seja reprovada pela Justiça Eleitoral.

Este ano, os partidos PT, PMDB e PSDB lideram a lista dos maiores beneficiados. Até julho, o Partido dos Trabalhadores havia recebido R$ 24,1 milhões. O PMDB, no mesmo período, recebeu R$ 22,2 milhões. O PSDB, terceiro colocado, R$ 17 milhões. Coincidentemente ou não, os líderes nas pesquisas eleitorais em grande parte dos municípios (principalmente nas capitais) são destes partidos.

De acordo com Antônio Flávio Testa, cientista político da Universidade de Brasília (UnB), a dependência do fundo é maior conforme diminui o tamanho dos partidos. Para ele, quase todos usam o fundo para manterem sua militância e custearem despesas operacionais.

- Há pouca aplicação na formação de quadros e desenvolvimento político – disse Testa, ressaltando que a legislação diz que 20% do valor destinado às agremiações devem ser aplicados na criação e manutenção de institutos ou fundações de pesquisa, doutrinação e educação política. O cientista político também é contra um eventual crescimento do modelo de financiamento público das siglas.

- Deveria sim haver mais fiscalização e transparência sobre a aplicação dos recursos – afirmou. Segundo ele, o fundo deveria ser gerenciado profissionalmente, com a apresentação de um plano estratégico para aplicação dos repasses da União.

O Globo

59 visitantes leram este post

Eleições 2012 na cidade do Rio de Janeiro

8 julho, 2012 às 21:46 por Fernando LOBO

Façam suas apostas…
Começou a guerra.
Oito candidatos disputam uma vaga para prefeito.
São eles:
Antonio Carlos Silva vai disputar pelo PCO, tem o número 29 na urna. O partido não fez coligação na majoritária.
Aspásia Brasileiro Alcântara de Camargo vai disputar pelo PV, tem o número 43 na urna. O PV não fez coligação na majoritária.
Cyro Garcia vai disputar mais uma vez pelo PSTU, tem o número 16 na urna. O PSTU não fez coligação na majoritária.
Eduardo da Costa Paes vai disputar a reeleição pelo PMDB, tem o número 15 na urna. O PMDB faz parte da coligação “Somos um Rio”, que tem os partidos PRB/PP/PDT/PT/PTB/PMDB/PSL/PTN/PSC/PPS/PSDC/PRTB/PHS/PMN/PTC/PSB/PRP/PSD/PCdoB/PTdoB.
Fernando Leite Siqueira vai disputar pelo PPL, tem o número 54 na urna. O PPL não fez coligação na majoritária.
Marcelo Ribeiro Freixo vai disputar pelo PSOL, tem o número 50 na urna. O partido não fez coligação.
Otavio Santos da Silva Leite vai disputar pelo PSDB, tem o número 45 na urna. O PSDB não fez coligação.
Rodrigo Felinto Ibarra Epitácio Maia vai disputar pelo DEM, tem o número 25 na urna. O DEM faz parte da coligação “Um Rio Melhor para os Cariocas”, com o PR.
Essa é a minha primeira análise sobre os futuros vereadores da cidade do Rio de Janeiro.
A próxima análise será feita na primeira semana de agosto.
Com 51 cadeiras, a Câmara de Vereadores poderá ter uma grande renovação.
Os atuais vereadores são:
Adilson Pires – PT
Alexandre Cerruti – DEM
Aloisio Freitas – PSD
Andrea Gouvêa Vieira – PSDB
Argemiro Pimentel – PMDB
Bencardino – PTC
Carlinhos Mecânico – PSD
Carlo Caiado – DEM
Carlos Bolsonaro – PP
Carminha Jerominho – PTdoB
Chiquinho Brazão – PMDB
Cristiane Brasil – PTB
Dr. Carlos Eduardo – PSB
Dr. Edison da Creatinina – PV
Dr. Eduardo Moura – PSC
Dr. Fernando Moraes – PMDB
Dr. Jairinho – PSC
Dr. João Ricardo – PSDC
Dr. Jorge Manaia – PDT
Eider Dantas – DEM
Eliomar Coelho – PSOL
Elton Babú – PT
Guaraná – PMDB
Ivanir de Mello – PP
João Cabral – PMDB
João Mendes de Jesus – PRB
Jorge Braz – PMDB
Jorge Felippe – PMDB
Jorge Pereira – PTdoB
Jorginho da SOS – PMDB
José Everaldo – PMN
Leonel Brizola Neto – PDT
Luiz Carlos Ramos – PSDC
Marcelo Piuí – PHS
Marcia Teixeira – PR
Nereide Pedregal – PDT
Patrícia Amorim- PMDB
Paulo Messina – PV
Paulo Pinheiro – PSOL
Professor Uóston – PMDB
Reimont – PT
Renato Moura – PTC
Roberto Monteiro – PCdoB
Rosa Fernandes – PMDB
Rubens Andrade – PSB
S. Ferraz – PMDB
Sonia Rabello – PV
Tânia Bastos – PRB
Teresa Bergher – PSDB
Tio Carlos – DEM
Vera Lins – PP
De acordo com as informações do TSE, referente ao registro das candidaturas, a nova Câmara de Vereadores poderá ficar assim:
PSOL – 02 cadeiras (lutam por essas cadeiras os atuais vereadores Paulo Pinheiro e Eliomar Coelho, além do Jefferson Moura);
PDT – 03 cadeiras (os atuais vereadores Leonel Brizola Neto, Nereide Pedregal e Dr. Jorge Manaia deverão ser reeleitos. A incógnita será o filho da deputada estadual Cidinha Campos, Ricardo Campos, que terá máquina política da mãe para tentar conseguir uma das três cadeiras do partido);
PSD – 02 cadeiras;
PR – 03 cadeiras;
PSDB – 03 cadeiras;
PMDB/PSC – 10 cadeiras;
PT – 04 cadeiras (o ex-deputado federal Carlos Santana, o ex vereador Edmilson Dias, Edson Zanata e Marcelo Sereno, que foram bem votados nas eleições anteriores, vão disputar com os atuais vereadores Reimont e Jorge Babú);
DEM – 04 cadeiras (o ex-prefeito Cesar Maia será o vereador mais votado);
PCdoB – 01 cadeiras (o atual vereador Roberto Monteiro vai disputar essa vaga  com o Pastor Alan Pereira, irmão do pastor Marcos Pereira, da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, apesar da sede da igreja ser em São João de Meriti);
PTC/PSL – 01 cadeira (será uma eleição muito disputada entre os atuais vereadores Renato Moura e Bencardino);
PSB – 02 cadeiras;
PP – 02 cadeiras (dos três atuais vereadores, um vai sobrar);
PTdoB – 02 cadeiras (Carminha Jerominho, Jorge Pereira e Charles Henriquepédia brigam por elas);
PV – 01 cadeira;
PSDC/PMM – 02 cadeiras;
PTN – 01 cadeira;
PPS – 01 cadeira;
PTB – 03 cadeiras;
PRB – 03 cadeiras (Os atuais vereadores Tânia e João Mendes de Jesus terão a compania do Wagner Montes, o filho, que deverá ser o mais votado da legenda);
PRTB/PRP – 01 cadeira;
Se algum partido não foi cidato é porque não elegerá ninguém.

Façam suas apostas…

Começou a guerra.

Oito candidatos disputam uma vaga para prefeito.

São eles:

Antonio Carlos Silva, que vai disputar pelo PCO, tem o número 29 na urna. O partido não fez coligação na majoritária.

Aspásia Brasileiro Alcântara de Camargo vai disputar pelo PV, tem o número 43 na urna. O PV não fez coligação na majoritária.

Cyro Garcia vai disputar mais uma vez pelo PSTU, tem o número 16 na urna. O PSTU não fez coligação na majoritária.

Eduardo da Costa Paes vai disputar a reeleição pelo PMDB, tem o número 15 na urna. O PMDB faz parte da coligação “Somos um Rio”, que tem os partidos PRB, PP, PDT, PT, PTB, PSL, PTN, PSC, PPS, PSDC, PRTB, PHS, PMN, PTC, PSB, PRP, PSD, PCdoB e PTdoB.

Fernando Leite Siqueira vai disputar pelo PPL, tem o número 54 na urna. O PPL não fez coligação na majoritária.  Será a primeira eleição do Partido da Pátria Livre.

Marcelo Ribeiro Freixo vai disputar pelo PSOL, tem o número 50 na urna. O partido não fez coligação.

Otavio Santos da Silva Leite vai disputar pelo PSDB, tem o número 45 na urna. O PSDB não fez coligação.

Rodrigo Felinto Ibarra Epitácio Maia vai disputar pelo DEM, tem o número 25 na urna. O DEM faz parte da coligação “Um Rio Melhor para os Cariocas”, com o PR.

Essa é a minha primeira análise sobre os futuros vereadores da cidade do Rio de Janeiro.

câmara de vereadores do Rio

A próxima análise será feita na primeira semana de agosto.

Com 51 cadeiras, a Câmara de Vereadores poderá ter uma grande renovação.

Os atuais vereadores são:

Adilson Pires – PT

Alexandre Cerruti – DEM

Aloisio Freitas – PSD

Andrea Gouvêa Vieira – PSDB

Argemiro Pimentel – PMDB

Bencardino – PTC

Carlinhos Mecânico – PSD

Carlo Caiado – DEM

Carlos Bolsonaro – PP

Carminha Jerominho – PTdoB

Chiquinho Brazão – PMDB

Cristiane Brasil – PTB

Dr. Carlos Eduardo – PSB

Dr. Edison da Creatinina – PV

Dr. Eduardo Moura – PSC

Dr. Fernando Moraes – PMDB

Dr. Jairinho – PSC

Dr. João Ricardo – PSDC

Dr. Jorge Manaia – PDT

Eider Dantas – DEM

Eliomar Coelho – PSOL

Elton Babú – PT

Guaraná – PMDB

Ivanir de Mello – PP

João Cabral – PMDB

João Mendes de Jesus – PRB

Jorge Braz – PMDB

Jorge Felippe – PMDB

Jorge Pereira – PTdoB

Jorginho da SOS – PMDB

José Everaldo – PMN

Leonel Brizola Neto – PDT

Luiz Carlos Ramos – PSDC

Marcelo Piuí – PHS

Marcia Teixeira – PR

Nereide Pedregal – PDT

Patrícia Amorim- PMDB

Paulo Messina – PV

Paulo Pinheiro – PSOL

Professor Uóston – PMDB

Reimont – PT

Renato Moura – PTC

Roberto Monteiro – PCdoB

Rosa Fernandes – PMDB

Rubens Andrade – PSB

S. Ferraz – PMDB

Sonia Rabello – PV

Tânia Bastos – PRB

Teresa Bergher – PSDB

Tio Carlos – DEM

Vera Lins – PP

De acordo com as informações do TSE, referente ao registro das candidaturas, a nova Câmara de Vereadores poderá ficar assim:

PSOL - 02 cadeiras (lutam por essas cadeiras os atuais vereadores Paulo Pinheiro e Eliomar Coelho, além do Jefferson Moura);

PDT - 03 cadeiras (os atuais vereadores Leonel Brizola Neto, Nereide Pedregal e Dr. Jorge Manaia deverão ser reeleitos. A incógnita será o filho da deputada estadual Cidinha Campos, Ricardo Campos, que terá máquina política da mãe para tentar conseguir uma das três cadeiras do partido);

PSD - 02 cadeiras;

PR - 03 cadeiras; (Fernando Peregrino será o mais votado da legenda. A grande aposta é com o blogueiro Ricardo Gama, que poderá surpreender nas urnas)

PSDB - 03 cadeiras;

PMDB/PSC - 10 cadeiras;

PT - 04 cadeiras (o ex-deputado federal Carlos Santana, o ex vereador Edmilson Dias, Edson Zanata e Marcelo Sereno, que foram bem votados nas eleições anteriores, vão disputar com os atuais vereadores Reimont e Jorge Babú);

DEM - 04 cadeiras (o ex-prefeito Cesar Maia será o vereador mais votado);

PCdoB – 01 cadeiras (o atual vereador Roberto Monteiro vai disputar essa vaga  com o Pastor Alan Pereira, irmão do pastor Marcos Pereira, da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, apesar da sede da igreja ser em São João de Meriti);

PTC/PSL – 01 cadeira (será uma eleição muito disputada entre os atuais vereadores Renato Moura e Bencardino);

PSB - 02 cadeiras (O partido aposta no Oscar Berro);

PP - 02 cadeiras (dos três atuais vereadores, um vai sobrar);

PTdoB – 02 cadeiras (Carminha Jerominho, Jorge Pereira e Charles Henriquepédia brigam por elas);

PV - 01 cadeira;

PSDC/PMM – 02 cadeiras;

PTN - 01 cadeira;

PPS - 01 cadeira;

PTB - 03 cadeiras;

PRB - 03 cadeiras (Os atuais vereadores Tânia e João Mendes de Jesus terão a compania do Wagner Montes, o filho, que deverá ser o mais votado da legenda);

PRTB/PRP – 01 cadeira;

Se algum partido não foi cidato é porque não elegerá ninguém.

387 visitantes leram este post

Adolpho Konder será o candidato do PDT para a Prefeitura de São Gonçalo

24 junho, 2012 às 3:35 por Fernando LOBO

O PDT lança hoje a candidatura de Adolpho Konder à Prefeitura de São Gonçalo. O partido também vai oficializar os nomes de 300 aspirantes à Câmara de Vereadores.
A coligação conta com mais nove legendas: PT, PCdoB, PRB, PMN, PTC, PPL, PRT, PSD, PSC. O vice na chapa é o vereador pestista Miguel Moraes.
Este Blog estará lá para prestigiar o companheiro pedetista.

Adolpho Konder na convnção

O PDT lança hoje (24) a candidatura de Adolpho Konder à Prefeitura de São Gonçalo. O partido também vai oficializar os nomes de 300 aspirantes à Câmara de Vereadores.

A coligação conta com mais nove legendas: PT, PCdoB, PRB, PMN, PTC, PPL, PRT, PSD, PSC. O vice na chapa é o vereador pestista Miguel Moraes.

O evento será na Vive Show, no bairro do Grandim, às 14 horas.

Este Blog estará lá para prestigiar o companheiro pedetista.

96 visitantes leram este post

TRE-RJ suspende julgamento de prefeito de Angra dos Reis

7 junho, 2012 às 11:48 por Fernando LOBO

Um pedido de vista do desembargador Edson Aguiar de Vasconcelos interrompeu, nesta terça-feira, dia 5, o julgamento do prefeito de Angra dos Reis, Artur Otávio Scapin Jordão Costa, o Tuca Jordão, e do vice-prefeito, José Essiomar Gomes da Silva. Relator do processo, o corregedor regional eleitoral, juiz Antonio Augusto de Toledo Gaspar, pediu a condenação por abuso de poder político e econômico, cometido durante a campanha eleitoral de 2008. O juiz Roberto Ayoub também votou pela cassação. Os demais julgadores decidiram aguardar a sessão do próximo dia 12, quando o Recurso Contra Expedição de Diploma (RCD) volta a ser julgado.
Tuca Jordão e José Essiomar já haviam sido punidos pelas mesmas irregularidades em 2010, numa Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE). À época, o TRE-RJ decretou a inelegibilidade deles por três anos, como previa a legislação, hoje alterada pela LC 135, a Lei do Ficha Limpa. Com base naquela decisão, já transitada em julgado, o Ministério Público Eleitoral ajuizou o Recurso Contra a Expedição do Diploma. No voto que pediu a cassação do prefeito e do vice, o relator do processo, juiz Antonio Augusto Gaspar, considerou as provas constituídas na AIJE julgada pelo Colegiado do Tribunal em 2010.
Com o apoio do então prefeito, Fernando Jordão, Tuca Jordão e José Essiomar concorreram em 2008 pela coligação Continua Angra (PMDB, PP PHS, PRB, PSDC, PSC, DEM, PR, PSL, PTN, PSDB, PRB, PTB, PCdoB, PTdoB). As candidaturas deles teriam sido beneficiadas por uma pesquisa contratada pela Prefeitura em 3 de dezembro de 2007. O então prefeito Fernando Jordão pagou R$ 1.230.000 à empresa Listen para que fosse formado um banco de dados sobre os anseios e necessidades da população de Angra dos Reis, um projeto denominado “Angra Quer Ouvir Você”. A pesquisa distribuiu formulários em 70 mil lares num município que possuía então 105 mil eleitores.
Com duração prevista de um ano, ela se encerrou em 2 de dezembro de 2008, a 28 dias do fim da gestão do prefeito Fernando Jordão. Na campanha da chapa liderada por Tuca Jordão, o PMDB encomendou outra pesquisa à empresa Expertise, orçada em R$ 32.665,00. Realizada de 6 de agosto a 5 de outubro, a pesquisa “Tuca Quer Ouvir Você” teria sido apenas um artifício para utilizar as informações colhidas na pesquisa anterior. “Trata-se de uso abusivo da máquina pública, pela utilização em larga escala da pesquisa contratada pela municipalidade”, disse o relator em seu voto.
TRE-RJ

tuca-e-essiomar

Um pedido de vista do desembargador Edson Aguiar de Vasconcelos interrompeu, na terça-feira, dia 5, o julgamento do prefeito de Angra dos Reis, Artur Otávio Scapin Jordão Costa, o Tuca Jordão, e do vice-prefeito, José Essiomar Gomes da Silva. Relator do processo, o corregedor regional eleitoral, juiz Antonio Augusto de Toledo Gaspar, pediu a condenação por abuso de poder político e econômico, cometido durante a campanha eleitoral de 2008. O juiz Roberto Ayoub também votou pela cassação. Os demais julgadores decidiram aguardar a sessão do próximo dia 12, quando o Recurso Contra Expedição de Diploma (RCD) volta a ser julgado.

Tuca Jordão e José Essiomar já haviam sido punidos pelas mesmas irregularidades em 2010, numa Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE). À época, o TRE-RJ decretou a inelegibilidade deles por três anos, como previa a legislação, hoje alterada pela LC 135, a Lei do Ficha Limpa. Com base naquela decisão, já transitada em julgado, o Ministério Público Eleitoral ajuizou o Recurso Contra a Expedição do Diploma. No voto que pediu a cassação do prefeito e do vice, o relator do processo, juiz Antonio Augusto Gaspar, considerou as provas constituídas na AIJE julgada pelo Colegiado do Tribunal em 2010.

Com o apoio do então prefeito, Fernando Jordão, Tuca Jordão e José Essiomar concorreram em 2008 pela coligação Continua Angra (PMDB, PP PHS, PRB, PSDC, PSC, DEM, PR, PSL, PTN, PSDB, PRB, PTB, PCdoB, PTdoB). As candidaturas deles teriam sido beneficiadas por uma pesquisa contratada pela Prefeitura em 3 de dezembro de 2007. O então prefeito Fernando Jordão pagou R$ 1.230.000 à empresa Listen para que fosse formado um banco de dados sobre os anseios e necessidades da população de Angra dos Reis, um projeto denominado “Angra Quer Ouvir Você”. A pesquisa distribuiu formulários em 70 mil lares num município que possuía então 105 mil eleitores.

Com duração prevista de um ano, ela se encerrou em 2 de dezembro de 2008, a 28 dias do fim da gestão do prefeito Fernando Jordão. Na campanha da chapa liderada por Tuca Jordão, o PMDB encomendou outra pesquisa à empresa Expertise, orçada em R$ 32.665,00. Realizada de 6 de agosto a 5 de outubro, a pesquisa “Tuca Quer Ouvir Você” teria sido apenas um artifício para utilizar as informações colhidas na pesquisa anterior. “Trata-se de uso abusivo da máquina pública, pela utilização em larga escala da pesquisa contratada pela municipalidade”, disse o relator em seu voto.

TRE-RJ

67 visitantes leram este post

Obstrução adia votação da Lei Geral da Copa para a próxima semana

21 março, 2012 às 21:02 por Fernando LOBO

A votação da Lei Geral da Copa, iniciada hoje (21) na Câmara dos Deputados, foi mais uma vez adiada. Muitos partidos da base governista entraram em obstrução logo na votação do primeiro requerimento da oposição que pedia a retirada de pauta da Lei Geral da Copa. Com obstrução, não se conseguiu quórum suficiente para a votação do requerimento, o que levou o presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), a encerrar a sessão.
Para que a sessão prosseguisse eram necessários que, no mínimo, 257 deputados registrassem seus votos no painel eletrônico de votação. No entanto, com a obstrução apenas 155 deputados votaram o requerimento. Participaram da obstrução à votação PMDB, DEM, PR, PTB, PDT, PSD, PPS e PSC.
A obstrução ocorreu principalmente porque esses partidos querem atrelar a votação da Lei Geral da Copa à votação do novo Código Florestal. As legendas exigem que Marco Maia marque a data para a votação do código e se comprometa a colocá-lo em votação na data marcada para que eles possam então votar a Lei da Copa.
Também deputados da Frente Parlamentar Evangélica entraram em obstrução por serem contrários a liberação da venda de bebidas alcoólicas, nos estádios, durante os jogos da Copa. “Temos mais de 100 deputados que são contrários à liberação da bebida nos estádios. São parlamentares de vários partidos. Queremos uma Copa sem álcool. O que o governo está propondo com a liberação da bebida, contraria tudo que está sendo feito contra o uso de bebidas”, disse o presidente da frente, deputado João Campos (PSDB-GO).
O líder do governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), disse que o adiamento da votação não foi uma derrota do governo. Ele informou que liberou os partidos da base para votar contrário ao requerimento de retirada de pauta ou então obstruírem a votação. “Os líderes [da base] que obstruíram a votação vieram falar comigo para que tivessem um tempo maior em suas bancadas, não por causa da Lei Geral da Copa, mas porque o tema Código Florestal ainda não está plenamente resolvido em suas bancadas”.
Chianglia disse que vai procurar o diálogo com os partidos da base e também com a oposição para verificar se será possível “alguma aproximação” em relação ao mérito do Código Florestal para a votação. Segundo ele, quando foi produzido o acordo no Senado, em torno do mérito para a aprovação do Código Florestal, era para ele ter sido votado imediatamente na Câmara, “porque tinha sido acordado, inclusive com a participação de muitos deputados.
“Vamos tranquilamente dialogando até o presidente Marco Maia marcar a data de votação. Definir data não é suficiente, muito melhor é discutir o mérito do código. Pretendemos começar o debate pelo conteúdo. Vamos dialogar com a base e com a oposição, a partir do mérito. Quem sabe aconteça uma aproximação, hoje não está à vista. Se não houver, em algum momento vai à voto, naturalmente”, disse Chinaglia.
Agência Brasil

Não a venda de bebidas alccólicas nos estádios de futebol

A votação da Lei Geral da Copa, iniciada hoje (21) na Câmara dos Deputados, foi mais uma vez adiada. Muitos partidos da base governista entraram em obstrução logo na votação do primeiro requerimento da oposição que pedia a retirada de pauta da Lei Geral da Copa. Com obstrução, não se conseguiu quórum suficiente para a votação do requerimento, o que levou o presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT-RS), a encerrar a sessão.

Para que a sessão prosseguisse eram necessários que, no mínimo, 257 deputados registrassem seus votos no painel eletrônico de votação. No entanto, com a obstrução apenas 155 deputados votaram o requerimento. Participaram da obstrução à votação PMDB, DEM, PR, PTB, PDT, PSD, PPS e PSC.

A obstrução ocorreu principalmente porque esses partidos querem atrelar a votação da Lei Geral da Copa à votação do novo Código Florestal. As legendas exigem que Marco Maia marque a data para a votação do código e se comprometa a colocá-lo em votação na data marcada para que eles possam então votar a Lei da Copa.

Também deputados da Frente Parlamentar Evangélica entraram em obstrução por serem contrários a liberação da venda de bebidas alcoólicas, nos estádios, durante os jogos da Copa. “Temos mais de 100 deputados que são contrários à liberação da bebida nos estádios. São parlamentares de vários partidos. Queremos uma Copa sem álcool. O que o governo está propondo com a liberação da bebida, contraria tudo que está sendo feito contra o uso de bebidas”, disse o presidente da frente, deputado João Campos (PSDB-GO).

O líder do governo na Câmara, deputado Arlindo Chinaglia (PT-SP), disse que o adiamento da votação não foi uma derrota do governo. Ele informou que liberou os partidos da base para votar contrário ao requerimento de retirada de pauta ou então obstruírem a votação. “Os líderes [da base] que obstruíram a votação vieram falar comigo para que tivessem um tempo maior em suas bancadas, não por causa da Lei Geral da Copa, mas porque o tema Código Florestal ainda não está plenamente resolvido em suas bancadas”.

Chianglia disse que vai procurar o diálogo com os partidos da base e também com a oposição para verificar se será possível “alguma aproximação” em relação ao mérito do Código Florestal para a votação. Segundo ele, quando foi produzido o acordo no Senado, em torno do mérito para a aprovação do Código Florestal, era para ele ter sido votado imediatamente na Câmara, “porque tinha sido acordado, inclusive com a participação de muitos deputados.

“Vamos tranquilamente dialogando até o presidente Marco Maia marcar a data de votação. Definir data não é suficiente, muito melhor é discutir o mérito do código. Pretendemos começar o debate pelo conteúdo. Vamos dialogar com a base e com a oposição, a partir do mérito. Quem sabe aconteça uma aproximação, hoje não está à vista. Se não houver, em algum momento vai à voto, naturalmente”, disse Chinaglia.

Agência Brasil

3 visitantes leram este post

Locanty doou R$ 3,4 milhões a políticos

20 março, 2012 às 8:01 por Fernando LOBO

A Locanty, uma das empresas  flagradas na reportagem do ‘Fantástico’ sobre propinas, doou, na última eleição, R$ 3,420 milhões para políticos. Do total, R$ 3,320 milhões seguiram para direções e comitês financeiros dos partidos: 95,7% dos recursos foram destinados para o Estado do Rio de Janeiro.
O PMDB-RJ recebeu R$ 1,700 milhão; em segundo lugar veio o PT-RJ, com R$ 800 mil. Depois vieram o PSB-RJ (R$ 350 mil), o PSC (RJ e nacional, R$ 250 mil), o PCdoB-RJ (R$ 120 mil), o PPS-RJ (R$ 50 mil) e o PSDB nacional ( R$ 50 mil).
Outras doações
Dois candidatos receberam doações da Locanty em 2010, os hoje deputados Bebeto (PDT) e Sabino (PSC): cada um ficou com R$ 50 mil. Em 2006, a empresa destinou um total de R$ 100 mil para campanhas dos deputados do PSC Filipe Pereira e Hugo Leal.
O Dia

A Locanty, uma das empresas  flagradas na reportagem do ‘Fantástico’ sobre propinas, doou, na última eleição, R$ 3,420 milhões para políticos. Do total, R$ 3,320 milhões seguiram para direções e comitês financeiros dos partidos: 95,7% dos recursos foram destinados para o Estado do Rio de Janeiro.

O PMDB-RJ recebeu R$ 1,700 milhão; em segundo lugar veio o PT-RJ, com R$ 800 mil. Depois vieram o PSB-RJ (R$ 350 mil), o PSC (RJ e nacional, R$ 250 mil), o PCdoB-RJ (R$ 120 mil), o PPS-RJ (R$ 50 mil) e o PSDB nacional ( R$ 50 mil).

Outras doações

Dois candidatos receberam doações da Locanty em 2010, os hoje deputados Bebeto (PDT) e Sabino (PSC): cada um ficou com R$ 50 mil. Em 2006, a empresa destinou um total de R$ 100 mil para campanhas dos deputados do PSC Filipe Pereira e Hugo Leal.

O Dia

9 visitantes leram este post

PMDB foi o partido com o maior número de desfiliações no Estado do Rio

25 outubro, 2011 às 0:08 por Fernando LOBO

TSE - desfiliações no RJ

O PMDB no estado do Rio de Janeiro repete o PMDB nacional e é o partido com o maior número de desfiliações.
Veja o quadro acima fornecido pelo TSE.

O PMDB do estado do Rio de Janeiro repete o PMDB nacional e é o partido com o maior número de desfiliações.

Veja o quadro acima fornecido pelo TSE.

0 visitantes leram este post

Brasil tem mais de 15 milhões de eleitores filiados a partidos políticos

24 outubro, 2011 às 17:52 por Fernando LOBO

fachada_tse

De acordo com dados organizados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a partir de informações dos partidos políticos, existem 15.381.121 eleitores filiados a uma das 29 agremiações em todo o Brasil.
Desse total de filiados, a grande maioria está concentrada em sete partidos, somando 10.374.547. São eles: PMDB (2.420.327); PT (1.566.208); PP (1.436.670); PSDB (1.410.917); PDT (1.212.531); e PTB (1.203.825); e DEM (1.124.069).
O prazo para que os partidos informassem a lista de filiados terminou no dia 14 de outubro. Essa atualização é determinada pela Lei dos Partidos Políticos (Lei 9.096/1995 – artigo 19), segundo a qual todo mês de abril e outubro de cada ano as agremiações devem atualizar junto à Justiça Eleitoral os dados de seus filiados.
Os números mais recentes mostram que, nesse intervalo de seis meses entre abril e outubro, 1.885.618 pessoas se filiaram a algum partido.
Novas filiações
Em nível nacional, o Partido dos Trabalhadores (PT) foi a agremiação que teve maior número de novas filiações no período: 155.715 eleitores. Com 149.586 inscrições, o recém-criado Partido Social Democrático (PSD) foi o segundo partido com maior número de novas filiações. O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) atingiu a terceira colocação, com 146.665 filiações no período.
Última legenda a obter registro no TSE, o Partido Pátria Livre (PPL) alcançou 12.372 filiações.
Novas desfiliações
Já os eleitores que optaram por se desvincular de partidos políticos nos últimos seis meses somaram 560.476. O partido que registrou maior número de desfiliações foi o PMDB, com 86.243 baixas nesse período. Em seguida aparece o PSDB, com 59.962 desfiliações e logo após o PT, com 49.722.
Confira a tabela com os números de novos filiados por partido político e a tabela com os números de novos filiados por Unidade da Federação/partido.
Filiaweb
Por meio do sistema Filiaweb, disponível no Portal do TSE, os internautas já podem realizar consultas sobre a situação partidária de uma determinada pessoa, seja para gerar uma certidão de filiação partidária – positiva ou negativa –, ou ainda para ter acesso a informações sobre os filiados a uma agremiação partidária específica, por estado brasileiro.
No sistema, o usuário deve selecionar o partido e o estado que pretende consultar. A seguir, ao clicar em “baixar lista”, será feito o download de um arquivo compactado com a relação das filiados à legenda/UF selecionados.
Para acessar o Filiaweb, clique aqui (http://filiaweb.tse.gov.br/filiaweb).
2012
Para concorrer às eleições de 2012, o candidato deverá comprovar domicílio eleitoral na respectiva circunscrição pelo prazo de, pelo menos, um ano antes do pleito. Deverá comprovar, também, que está com a filiação deferida pelo partido no mesmo prazo. Os partidos que não conseguiram comunicar as filiações até o último dia 14 não serão prejudicados, pois em abril de 2012 será aberto um novo prazo para informações da base de filiados no sistema Filiaweb.
Confira as tabelas com o total de filiados nacional e por Unidade da Federação. Também estão disponíveis as tabelas com o total nacional de novas desfiliações e as novas desfiliações por Unidade da Federação.
TSE

De acordo com dados organizados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a partir de informações dos partidos políticos, existem 15.381.121 eleitores filiados a uma das 29 agremiações em todo o Brasil.

Desse total de filiados, a grande maioria está concentrada em sete partidos, somando 10.374.547. São eles: PMDB (2.420.327); PT (1.566.208); PP (1.436.670); PSDB (1.410.917); PDT (1.212.531); e PTB (1.203.825); e DEM (1.124.069).

O prazo para que os partidos informassem a lista de filiados terminou no dia 14 de outubro. Essa atualização é determinada pela Lei dos Partidos Políticos (Lei 9.096/1995 – artigo 19), segundo a qual todo mês de abril e outubro de cada ano as agremiações devem atualizar junto à Justiça Eleitoral os dados de seus filiados.

Os números mais recentes mostram que, nesse intervalo de seis meses entre abril e outubro, 1.885.618 pessoas se filiaram a algum partido.

Novas filiações

Em nível nacional, o Partido dos Trabalhadores (PT) foi a agremiação que teve maior número de novas filiações no período: 155.715 eleitores. Com 149.586 inscrições, o recém-criado Partido Social Democrático (PSD) foi o segundo partido com maior número de novas filiações. O Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB) atingiu a terceira colocação, com 146.665 filiações no período.

Última legenda a obter registro no TSE, o Partido Pátria Livre (PPL) alcançou 12.372 filiações.

Novas desfiliações

Já os eleitores que optaram por se desvincular de partidos políticos nos últimos seis meses somaram 560.476. O partido que registrou maior número de desfiliações foi o PMDB, com 86.243 baixas nesse período. Em seguida aparece o PSDB, com 59.962 desfiliações e logo após o PT, com 49.722.

Filiaweb

Por meio do sistema Filiaweb, disponível no Portal do TSE, os internautas já podem realizar consultas sobre a situação partidária de uma determinada pessoa, seja para gerar uma certidão de filiação partidária – positiva ou negativa –, ou ainda para ter acesso a informações sobre os filiados a uma agremiação partidária específica, por estado brasileiro.

No sistema, o usuário deve selecionar o partido e o estado que pretende consultar. A seguir, ao clicar em “baixar lista”, será feito o download de um arquivo compactado com a relação das filiados à legenda/UF selecionados.

Para acessar o Filiaweb, clique aqui (http://filiaweb.tse.gov.br/filiaweb).

2012

Para concorrer às eleições de 2012, o candidato deverá comprovar domicílio eleitoral na respectiva circunscrição pelo prazo de, pelo menos, um ano antes do pleito. Deverá comprovar, também, que está com a filiação deferida pelo partido no mesmo prazo. Os partidos que não conseguiram comunicar as filiações até o último dia 14 não serão prejudicados, pois em abril de 2012 será aberto um novo prazo para informações da base de filiados no sistema Filiaweb.

TSE

5 visitantes leram este post

“Paulo Melo não manda no nosso povo e aqui não é o quintal da casa dele”, disse o vereador Felipe Lopes

29 agosto, 2011 às 1:23 por Fernando LOBO

ENTREVISTA: Vereador Felipe Lopes revela ao PH o que muitos aspirantes a prefeito de Búzios pensam sobre o apoio de Paulo Melo à candidatura de Chiquinho de Araruama, mas não têm coragem de dizer

Vereador de Búzios

Na esteira dos absurdos que vem ocorrendo no cenário pré campanha eleitoral da Cidade, o PH resolveu escutar o que pensa o vereador Felipe Lopes a respeito das tratativas que estariam ocorrendo entre um dirigente do PSC Regional e o já declarado (embora o TRE não veja indícios disso) candidato a prefeito, Chiquinho de Araruama. Lopes não se conforma com a postura do deputado Paulo Melo e entre outras coisas diz que se enganou ao apoiá-lo nas duas últimas eleições. Confira na entrevista abaixo.
JPH – Como o senhor vê o momento político pelo qual atravessa a Cidade?
FL – O momento é delicado. Os Partidos são vulneráveis e isso ameaça o processo democrático, uma vez que se tornam alvos de políticos oportunistas.
JPH – É verdade que o PSC está com Chiquinho de Araruama?
FL – Ainda não. Mas ele tem se articulado com correntes do partido para pegar a sigla na tentativa de ser candidato a prefeito aqui em Búzios. O seu aliado é Oliboni, secretário-geral do partido que já tentou dar o partido para um empresário de Búzios no começo de 2009. E segundo informações, Paulo Melo é quem está apoiando nos bastidores.
JPH – Mas o senhor não apoiou o deputado Paulo Melo nas últimas eleições? Como fica sua posição?
FL – Vesti a camisa dele por duas eleições; em ambas sofri muita pressão. Na primeira  do grupo do Alair (deputado Alair Correia) e na última sofri um grande desgaste com o grupo do prefeito Mirinho Braga, mas acreditava em um projeto político que tinha o deputado como aliado da cidade independente de questões políticas ou siglas partidárias. Me enganei.
JPH – Como apoiador de Paulo Melo por duas eleições, como o senhor vê o apoio dele ao Chiquinho de Araruama?
FL – Vou falar o que a maioria do grupo de Paulo Melo gostaria de falar, mas não tem coragem. Estão todos muito aborrecidos com o deputado! Se sentem traídos pelo deputado com essa articulação imposta sem nenhuma consulta a quem o apoiou na cidade. O deputado não precisava ser simpático ao Prefeito Mirinho é um direito dele, mas trazer alguém de fora para resolver um problema político pessoal em Araruama, todos acham absurdo! Ele podia ao menos apoiar alguém que o ajudou aqui na cidade como a Alice, Genilson, João Carrilho ou Andre Granado. Tem muita gente querendo falar isso pra Paulo Melo, mas não tem coragem, e como não tenho intimidade com ele fico a vontade para expressar este pensamento. Vejo todos os políticos que se empenharam na campanha do Deputado com ar de desânimo com esse apoio dele ao Chiquinho.
JPH – Por que o senhor não citou o seu nome como um dos possíveis candidatos apoiado pelo deputado? O Senhor aceitaria ser o candidato de Paulo Melo em Búzios?
FL – Não. Não aceitaria! O grande erro daqueles que tinham vontade de ser candidato a prefeito que estavam no grupo de Paulo Melo foi esperar que ele decidisse quem seria o candidato. Levaram uma rasteira!
Se eu tiver que ser candidato a prefeito, quero ser candidato a prefeito de Búzios e não de Paulo Melo. Eu sei que ele é poderoso, mas ele não pode dominar tudo. Ele não manda no nosso povo e aqui não é o quintal de sua casa! Eu o respeito como deputado, mas não como alguém apto a decidir o futuro de nossa cidade.
JPH – E o Chiquinho fica no PSC?
FL – O PSC sempre honrou com o nosso grupo, não sei o que Chiquinho negociou lá por cima, mas o PSC sempre foi um partido sério. É esperar e ver no que vai dar. Mas caso ele fique grande parte dos filiados já me disseram que vão sair e eu também sairei, não existe identidade entre Chiquinho e quem está no Partido hoje.
Jornal Primeira Hora

Na esteira dos absurdos que vem ocorrendo no cenário pré campanha eleitoral da Cidade, o PH resolveu escutar o que pensa o vereador Felipe Lopes a respeito das tratativas que estariam ocorrendo entre um dirigente do PSC Regional e o já declarado (embora o TRE não veja indícios disso) candidato a prefeito, Chiquinho de Araruama. Lopes não se conforma com a postura do deputado Paulo Melo e entre outras coisas diz que se enganou ao apoiá-lo nas duas últimas eleições. Confira na entrevista abaixo.

JPH – Como o senhor vê o momento político pelo qual atravessa a Cidade?

FL – O momento é delicado. Os Partidos são vulneráveis e isso ameaça o processo democrático, uma vez que se tornam alvos de políticos oportunistas.

JPH – É verdade que o PSC está com Chiquinho de Araruama?

FL – Ainda não. Mas ele tem se articulado com correntes do partido para pegar a sigla na tentativa de ser candidato a prefeito aqui em Búzios. O seu aliado é Oliboni, secretário-geral do partido que já tentou dar o partido para um empresário de Búzios no começo de 2009. E segundo informações, Paulo Melo é quem está apoiando nos bastidores.

JPH – Mas o senhor não apoiou o deputado Paulo Melo nas últimas eleições? Como fica sua posição?

FL – Vesti a camisa dele por duas eleições; em ambas sofri muita pressão. Na primeira  do grupo do Alair (deputado Alair Correia) e na última sofri um grande desgaste com o grupo do prefeito Mirinho Braga, mas acreditava em um projeto político que tinha o deputado como aliado da cidade independente de questões políticas ou siglas partidárias. Me enganei.

JPH - Como apoiador de Paulo Melo por duas eleições, como o senhor vê o apoio dele ao Chiquinho de Araruama?

FL - Vou falar o que a maioria do grupo de Paulo Melo gostaria de falar, mas não tem coragem. Estão todos muito aborrecidos com o deputado! Se sentem traídos pelo deputado com essa articulação imposta sem nenhuma consulta a quem o apoiou na cidade. O deputado não precisava ser simpático ao Prefeito Mirinho é um direito dele, mas trazer alguém de fora para resolver um problema político pessoal em Araruama, todos acham absurdo! Ele podia ao menos apoiar alguém que o ajudou aqui na cidade como a Alice, Genilson, João Carrilho ou Andre Granado. Tem muita gente querendo falar isso pra Paulo Melo, mas não tem coragem, e como não tenho intimidade com ele fico a vontade para expressar este pensamento. Vejo todos os políticos que se empenharam na campanha do Deputado com ar de desânimo com esse apoio dele ao Chiquinho.

JPH – Por que o senhor não citou o seu nome como um dos possíveis candidatos apoiado pelo deputado? O Senhor aceitaria ser o candidato de Paulo Melo em Búzios?

FL - Não. Não aceitaria! O grande erro daqueles que tinham vontade de ser candidato a prefeito que estavam no grupo de Paulo Melo foi esperar que ele decidisse quem seria o candidato. Levaram uma rasteira!

Se eu tiver que ser candidato a prefeito, quero ser candidato a prefeito de Búzios e não de Paulo Melo. Eu sei que ele é poderoso, mas ele não pode dominar tudo. Ele não manda no nosso povo e aqui não é o quintal de sua casa! Eu o respeito como deputado, mas não como alguém apto a decidir o futuro de nossa cidade.

JPH – E o Chiquinho fica no PSC?

FL – O PSC sempre honrou com o nosso grupo, não sei o que Chiquinho negociou lá por cima, mas o PSC sempre foi um partido sério. É esperar e ver no que vai dar. Mas caso ele fique grande parte dos filiados já me disseram que vão sair e eu também sairei, não existe identidade entre Chiquinho e quem está no Partido hoje.

Jornal Primeira Hora

Nota deste Blog: Será que é só em Búzios esse problema?? Que quintal grande, hein !!

23 visitantes leram este post

Congresso de municípios do Rio será em agosto

31 julho, 2011 às 22:53 por Fernando LOBO

A Associação Estadual de Municípios do Rio de Janeiro (Aemerj) promove nos próximos dias 10 e 11 de agosto o seu segundo congresso, o maior evento de municípios do estado do Rio de Janeiro. O objetivo do encontro, segundo o presidente da associação, Vicente Guedes (PSC), que também é prefeito de Valença, é discutir a importância de uma gestão pública eficiente. O evento é promovido pelo Governo do Estado, prefeitura do Rio e Alerj (Assembleia Legislativa do Rio).
Para Vicente a segunda edição do congresso reforça a importância e fortalecimento dos debates municipalistas para o desenvolvimento da administração pública.
- Desde 2005, a Aemerj realiza eventos e seminários com gestores públicos com o objetivo de fortalecer o diálogo com os demais entes federativos e instituições apoiadoras do desenvolvimento nos municípios. O seminário cresceu e se tornou um congresso. Os debates ganharam força e os parceiros do desenvolvimento municipal apresentaram novos produtos e serviços em stands e exposições. Mais lideranças, representação política e soluções para as administrações locais – explicou Guedes.
O prefeito afirmou que a missão da Aemerj é “fortalecer o diálogo com os demais entes federativos e instituições apoiadoras do desenvolvimento nos municípios”. Por isso, as atividades do primeiro dia serão encerradas com as reuniões estratégicas para apoio e financiamento a projetos. Os prefeitos terão agendas exclusivas e reservadas com representantes da Investe Rio, Funasa, Ministérios das Cidades, Educação, Desenvolvimento Social e Meio Ambiente.
Nos dois dias o destaque ficará por conta de palestras e debates. Além das discussões de temas considerados relevantes para as administrações municipais, também será ampliada a oferta de serviços e soluções para a modernização das prefeituras e câmaras com maior infraestrutura para expositores e parceiros.
Já confirmaram presença no congresso o governador Sérgio Cabral (PMDB), vice-governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), ministros, prefeitos, vice-prefeitos, secretários municipais, vereadores, secretários de estado, gestores públicos estaduais e federais, deputados federais e senadores, acadêmicos, representantes de autarquias, de bancos oficiais e de entidades empresariais, órgãos de controle, formadores de opinião e imprensa. São esperadas mais de duas mil pessoas nos dois dias de evento.
Diário do Vale

A Associação Estadual de Municípios do Rio de Janeiro (Aemerj) promove nos próximos dias 10 e 11 de agosto o seu segundo congresso, o maior evento de municípios do estado do Rio de Janeiro. O objetivo do encontro, segundo o presidente da associação, Vicente Guedes (PSC), que também é prefeito de Valença, é discutir a importância de uma gestão pública eficiente. O evento é promovido pelo Governo do Estado, prefeitura do Rio e Alerj (Assembleia Legislativa do Rio).

Para Vicente a segunda edição do congresso reforça a importância e fortalecimento dos debates municipalistas para o desenvolvimento da administração pública.

- Desde 2005, a Aemerj realiza eventos e seminários com gestores públicos com o objetivo de fortalecer o diálogo com os demais entes federativos e instituições apoiadoras do desenvolvimento nos municípios. O seminário cresceu e se tornou um congresso. Os debates ganharam força e os parceiros do desenvolvimento municipal apresentaram novos produtos e serviços em stands e exposições. Mais lideranças, representação política e soluções para as administrações locais – explicou Guedes.

O prefeito afirmou que a missão da Aemerj é “fortalecer o diálogo com os demais entes federativos e instituições apoiadoras do desenvolvimento nos municípios”. Por isso, as atividades do primeiro dia serão encerradas com as reuniões estratégicas para apoio e financiamento a projetos. Os prefeitos terão agendas exclusivas e reservadas com representantes da Investe Rio, Funasa, Ministérios das Cidades, Educação, Desenvolvimento Social e Meio Ambiente.

Nos dois dias o destaque ficará por conta de palestras e debates. Além das discussões de temas considerados relevantes para as administrações municipais, também será ampliada a oferta de serviços e soluções para a modernização das prefeituras e câmaras com maior infraestrutura para expositores e parceiros.

Já confirmaram presença no congresso o governador Sérgio Cabral (PMDB), vice-governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), ministros, prefeitos, vice-prefeitos, secretários municipais, vereadores, secretários de estado, gestores públicos estaduais e federais, deputados federais e senadores, acadêmicos, representantes de autarquias, de bancos oficiais e de entidades empresariais, órgãos de controle, formadores de opinião e imprensa. São esperadas mais de duas mil pessoas nos dois dias de evento.

Diário do Vale

0 visitantes leram este post

População de Quissamã quer o impeachment do prefeito

17 julho, 2011 às 21:33 por Fernando LOBO

A população de Quissamã acordou e vai para as ruas colhetar assinaturas para um projeto popular pedindo o impeachment do prefeito.
Gostar de cachaça e ficar bêbado nas ruas, o povo aceita, ter esposa grossa e barraqueira, nem toda a população aceita, agora roubar os cofres públicos, aí já é sacanagem !!

Prefeito-Armando-Carneiro-fots-Genilson-Pessanha-21

Foto: Genilson Pessanha

A população de Quissamã acordou e vai para as ruas essa semana coletar assinaturas para um projeto popular pedindo o impeachment do prefeito Armando Carneiro (PSC).

Gostar de cachaça e ficar bêbado nas ruas, o povo aceita, ter esposa grossa e barraqueira, nem toda a população aceita, agora dar dinheiro dos cofres públicos para  Oscip sem licitação, aí já é sacanagem !!

16 visitantes leram este post

Magé tem seis candidatos a prefeito

22 junho, 2011 às 9:25 por Fernando LOBO

Subiu para seis o número de candidatos ao cargo de prefeito do município de Magé, que terá eleições suplementares no dia 17 de julho. Ezaquiel Siqueira da Conceição e sua vice, Maria das Graças Melo de Souza, ambos do PCdoB, entraram com o pedido de registro nesta segunda-feira,dia 20, último dia para apresentação de requerimento em caráter individual. Os registros dos candidatos a Prefeito e Vice-Prefeito, inclusive os impugnados, vão ser julgados pelo Juiz da 110ª Zona Eleitoral de Magé, Thiago Holanda Mascarenhas, e as decisões publicadas até o dia primeiro de julho, ou seja, até 16 dias antes da votação.
Além da chapa do PCdoB, registraram as candidaturas a prefeito e vice Octaciano Gomes Ramos e Thelma Regina Lodi Castro (PSOL); Genivaldo Ferreira Nogueira e Eduardo Domingos Marques (PPS); Álvaro Alencar de Oliveira Rodrigues e Gutemberg Oliveira de Assunção (PT); Werner Benites Saraiva da Fonseca e Valdeck Ferreira de Mattos da Silva, pela Coligação “Magé para os mageenses” (PTdoB e PTC); e Nestor de Moraes Vidal Neto e Cláudio Ferreira Rodrigues, pela Coligação “Magé no rumo certo” (PMDB, PSDB, PSL e PSC).
Nesta terça-feira, dia 21, encerra-se o prazo para o juiz da 148ª ZE, Orlando Eliazaro Feitosa, convocar os partidos políticos e a representação das emissoras de televisão e de rádio para elaboração do plano de mídia do horário eleitoral gratuito. É também o último dia do sorteio para escolha da ordem de veiculação da propaganda de cada partido político ou coligação no primeiro dia do horário eleitoral gratuito. A propaganda gratuita no rádio e na televisão tem início nesta quarta-feira, 22 de junho.
TRE

Subiu para seis o número de candidatos ao cargo de prefeito do município de Magé, que terá eleições suplementares no dia 17 de julho. Ezaquiel Siqueira da Conceição e sua vice, Maria das Graças Melo de Souza, ambos do PCdoB, entraram com o pedido de registro na segunda-feira,dia 20, último dia para apresentação de requerimento em caráter individual. Os registros dos candidatos a Prefeito e Vice-Prefeito, inclusive os impugnados, vão ser julgados pelo Juiz da 110ª Zona Eleitoral de Magé, Thiago Holanda Mascarenhas, e as decisões publicadas até o dia primeiro de julho, ou seja, até 16 dias antes da votação.

Além da chapa do PCdoB, registraram as candidaturas a prefeito e vice Octaciano Gomes Ramos e Thelma Regina Lodi Castro (PSOL); Genivaldo Ferreira Nogueira e Eduardo Domingos Marques (PPS); Álvaro Alencar de Oliveira Rodrigues e Gutemberg Oliveira de Assunção (PT); Werner Benites Saraiva da Fonseca e Valdeck Ferreira de Mattos da Silva, pela Coligação “Magé para os mageenses” (PTdoB e PTC); e Nestor de Moraes Vidal Neto e Cláudio Ferreira Rodrigues, pela Coligação “Magé no rumo certo” (PMDB, PSDB, PSL e PSC).

Na terça-feira, dia 21, encerrou-se o prazo para o juiz da 148ª ZE, Orlando Eliazaro Feitosa, convocar os partidos políticos e a representação das emissoras de televisão e de rádio para elaboração do plano de mídia do horário eleitoral gratuito. Foi também o último dia do sorteio para escolha da ordem de veiculação da propaganda de cada partido político ou coligação no primeiro dia do horário eleitoral gratuito. A propaganda gratuita no rádio e na televisão tem início nesta quarta-feira, 22 de junho.

TRE

10 visitantes leram este post

TSE ainda não recebeu prestação de contas de 15 partidos; prazo termina segunda

29 abril, 2011 às 23:36 por Fernando LOBO

Os partidos têm até a próxima segunda-feira (2) para prestar contas de 2010 à Justiça Eleitoral. Entretanto, 15 diretórios nacionais ainda não enviaram seus balanços contábeis ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ainda não forneceram as informações: PT, PSDB, DEM, PMDB, PSB, PMN, PV, PRTB, PSTU, PHC, PSDC, PCO, PSL, P-SOL, e PR.
As informações são relativas ao movimento financeiro de todo o ano e não apenas das campanhas eleitorais, cujas prestações foram apresentadas no final do ano passado. Até agora, os partidos que prestaram contas foram: PDT, PPS, PP, PCdoB, PTC, PSC, PRP, PT do B, PCB, PTN, PTB e PRB. Até o fim do dia, a lista pode ter novas atualizações.
Segundo a legislação eleitoral, caso os partidos não apresentem as contas no prazo, podem deixar de receber cotas do Fundo Partidário. O mesmo ocorre caso sejam detectadas irregularidades.
Nesses casos, a legenda pode ser punida pelo período de um a 12 meses ou por meio de desconto do valor apontado como irregular. Caso a Justiça detecte que a prestação de contas está incompleta, o relator responsável abre uma diligência para que a informação seja complementada.
Os balanços devem conter a discriminação detalhada das receitas e despesas da agremiação, assim como os valores e destinação dos recursos recebidos do Fundo Partidário, a origem e o valor das contribuições e doações. As despesas de caráter eleitoral devem conter a especificação e comprovação dos gastos com programas no rádio e televisão, comitês, propaganda, publicações, comícios e demais atividades de campanha.
Os diretórios regionais devem encaminhar as informações aos tribunais regionais eleitorais do respectivo estado, e os diretórios municipais aos juízes eleitorais.
Agência Brasil

Os partidos têm até a próxima segunda-feira (2) para prestar contas de 2010 à Justiça Eleitoral. Entretanto, 15 diretórios nacionais ainda não enviaram seus balanços contábeis ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ainda não forneceram as informações: PT, PSDB, DEM, PMDB, PSB, PMN, PV, PRTB, PSTU, PHC, PSDC, PCO, PSL, P-SOL, e PR.

As informações são relativas ao movimento financeiro de todo o ano e não apenas das campanhas eleitorais, cujas prestações foram apresentadas no final do ano passado. Até agora, os partidos que prestaram contas foram: PDT, PPS, PP, PCdoB, PTC, PSC, PRP, PT do B, PCB, PTN, PTB e PRB. Até o fim do dia, a lista pode ter novas atualizações.

Segundo a legislação eleitoral, caso os partidos não apresentem as contas no prazo, podem deixar de receber cotas do Fundo Partidário. O mesmo ocorre caso sejam detectadas irregularidades.

Nesses casos, a legenda pode ser punida pelo período de um a 12 meses ou por meio de desconto do valor apontado como irregular. Caso a Justiça detecte que a prestação de contas está incompleta, o relator responsável abre uma diligência para que a informação seja complementada.

Os balanços devem conter a discriminação detalhada das receitas e despesas da agremiação, assim como os valores e destinação dos recursos recebidos do Fundo Partidário, a origem e o valor das contribuições e doações. As despesas de caráter eleitoral devem conter a especificação e comprovação dos gastos com programas no rádio e televisão, comitês, propaganda, publicações, comícios e demais atividades de campanha.

Os diretórios regionais devem encaminhar as informações aos tribunais regionais eleitorais do respectivo estado, e os diretórios municipais aos juízes eleitorais.

Agência Brasil

1 visitantes leram este post

  • juegos de vestir nuevos y lindos 2011
  • garlic cheddar biscuits bisquick
  • lujan farmacias turno
  • veena drama 20 episode
  • kontiki zürich bar
  • quine justification
  • pennsville memorial high school football
  • kidco peapod plus p203 quicksilver
  • post partial gastrectomy syndrome
  • power mac g5 headless
  • much does storm shadow missile cost
  • julie vollmer burroughs
  • microvascular society
  • sharpie dye wig tutorial
  • php to usd historical exchange rates
  • desene mica sirena limba romana
  • sprüche klare gedanken
  • hotel mirage viareggio italy
  • inwood theater dallas texas showtimes
  • gula ungbarna
  • springwood slasher youtube
  • salen espinillas por el chocolate
  • alimentos que tengan calcio y potasio
  • musikschule 2.0 musik machen verstehen
  • 73 jeepster commando
  • brisbane rainfall 28 day forecast
  • hana 30 days iceye brown review
  • cloture touraine
  • know if you have bipolar disorder depression
  • streeter and sarah
  • optique -sergent maroc
  • locators mobilising armies
  • thessaloniki yellow pages
  • godziny nadliczbowe wynagrodzenie urlopowe
  • haywire knot tool
  • derivada e ala x
  • unruhiger schlaf 7 monate
  • bigalow funeral home muskogee
  • nvidia 9600m gt specification
  • g510 magicka
  • zeolitas aplicaciones agricultura
  • mohican gas
  • gainey arabians va
  • shapely python 3
  • readable extension
  • uploadify io error 2038 asp.net
  • tweak your myspace
  • gotomeeting live support
  • kodak endura metallic paper inkjet
  • timely manner legal definition
  • waimea the big island hawaii
  • mentality soja chords
  • bed frames drawers nyc
  • aig hawaii phone number
  • sowers jura wedding
  • hand voet mond ziekte volwassenen
  • howard yancy austin tx
  • ssh vandyke
  • friperie paris marais pas cher
  • definicion animales vertebrados e invertebrados
  • groundwater contaminated by sewage from a ruptured septic
  • matematica simboli insiemi
  • ds sont elles zonées
  • heinz 1 carb ketchup uk
  • amano mjr 8000 ribbon
  • can americans adopt russian children
  • cruelty youtube
  • location gites mayenne 53
  • quilter tom russell
  • nyk f sygehus
  • reu nsf programs
  • 2010 toyota 4runner headrest dvd player
  • kos dailey
  • aconcagua incas
  • applying social security benefits age 66
  • kincade skyfall sean connery
  • england world cup squad 2010 algeria
  • dobitie kreditu orange
  • orbital paths of planetary bodies
  • surveyor sv 264 ultra lite
  • orozco maryland physics
  • the punisher pc uncut patch
  • sellos para cilindros neumaticos
  • loggerhead bionic wrench review
  • antioch 117 school district
  • estilos visuales 7 para xp
  • cerrado plantas medicinais
  • gondola cruises of newport beach
  • secret service investigates
  • openair gampel tickets gewinnen
  • catolico tradicionalista ngo
  • westerwald unterkünfte
  • forming 4130 steel
  • ack e-04 406 mhz elt kit
  • 7111 woodmont avenue
  • headland promontory
  • fulton devlin louisville ky
  • jerri lyons final passages
  • ruby and max videos
  • tootsie roll shot grape pucker
  • libro aprendizaje inteligente gratis
  • fong and chan architects fca
  • tatil 30 ağustos
  • dorfman the method in chess
  • efeito heroina causa
  • condon femenino ventajas
  • faces ghosts windows
  • ridiculous quotes people
  • trapianto autologo cellule staminali mieloma multiplo
  • fourmis jeux flash
  • opinie o perfecta mama
  • macalester registration times
  • dambusters museum raf scampton
  • standoff on facebook
  • best over counter stye treatment
  • guerre grand malheur pauvres garcons
  • psychoanalysis for generalized anxiety disorder
  • wifi peephole security camera
  • tyr lay thrym youtube
  • dis danish institute study abroad
  • zimbra lyrics translation
  • descargar alis xunta
  • sands stillborn neonatal death charity
  • metra xvi -6522
  • vivien sears realtor
  • famiglia berlusconi albero genealogico
  • disegni per bambini da colorare gratis disney
  • iskcon london 40th anniversary
  • xps 035 pb ds
  • 355 usd to gbp
  • bjc jobs in stl mo
  • agencia diaz cajamarca
  • drew jacoby height
  • rua prudente moraes 3057
  • jammers bemidji mn
  • unida great divide rar
  • salaire horeca 302
  • chaos tunnels quest rs
  • ricambi yamaha xt 600 43f
  • monessen gas fireplace thermocouple
  • ifr buyouts
  • model soldiers to paint
  • hiperfect transfection qiagen
  • abuses and uses of media
  • mainan bayi umur 8 bulan
  • hypo leasing srbija polovni automobili
  • simuladores karaoke
  • massaging zero gravity recliners
  • memebase your argument is invalid
  • mdadm raid5 create
  • les 12 coups de midi le jeu sur internet
  • redoute en france
  • avid juicy 3 sl
  • peachtree city nws radar
  • luis galindo latin american 2
  • morgantown residence inn
  • less reactive emotionally
  • undertaker wrestlemania 29 entrance
  • colon and list of questions
  • trigun 7 english
  • holman quicksource guide dead sea scrolls
  • partido francia colombia sub 20
  • aorta ascendente 44mm
  • neuro ortho
  • o que é equação de terceiro grau
  • visite arsenal toulon journée du patrimoine
  • termination 20 weeks pregnancy
  • hispanic chamber commerce fort worth tx
  • faye wong discography wiki
  • love wild casting call
  • location agence barroso
  • doty hench insurance
  • tercel awd
  • nutrisystem 6 week plan weekends off
  • human beta globulin gene
  • martingale and bridle
  • les titres du nouvel album de rihanna loud
  • klassieke staande klokken
  • michelle obama disbarred extortion 1993 snopes
  • jaclyn stein helwani
  • verifone mx 880 screen resolution
  • 9 innings use cards
  • videothek hannover video buster
  • 101 worry-free hcg diet recipes linda prinster
  • catv bismarck nd
  • covered short straddle
  • polish turd mythbusters episode
  • grossiste quincaillerie tunisie
  • limoncello over ice cream
  • b&b avola terrazza sul mare
  • 2d equilateral triangle
  • melanie jordan midwife
  • download provas objetiva concursos
  • nokia 6233 youtube application
  • tualatin hospital meridian park
  • proteinas on 100 whey gold
  • por escrito en ingles
  • restaurant beaujolais et saucisson rueil malmaison
  • haas business undergraduate requirements
  • dusk cubist castle wiki
  • molloy college science fair
  • kap yi gei dik sun
  • b&w p5 tweeter replacement
  • windbg trace stack
  • taverns united states
  • adil haque yale
  • prostar 100 whey protein review
  • cioccolato esselunga top
  • bunnymen band
  • ainsworth on attachment theory
  • marantz 4140 amp
  • simi costco gas
  • jaeger lecoultre atmos clock 528-8
  • there's something water myvideo
  • us army humvee tm
  • eastport tavern jacksonville fl
  • 5 ejemplos patrimonio cultural peru
  • mysql join update example
  • tuberias de agua juegos
  • ut99 mods
  • bayliss transseptal
  • sri lanka current time date
  • flüsse und gebirge von nordrhein - westfalen
  • wimpy javascript
  • pendant que les champs paroles
  • spectrobes ultimate returns release date
  • jessop robinson
  • lab32 architecten
  • jamie cullum we run things lyrics
  • correct spelling flier or flyer
  • f5 sharepoint 2007
  • shoop ufc
  • dc cupcakes three-minute ganache
  • pace 5x8 enclosed trailer for sale
  • mcgrath real estate leichhardt nsw
  • sinx tanx integral
  • entities data modeling
  • learned is a word
  • keds uk buy online
  • fruit growing zones usa
  • 7 howey street gisborne
  • saran buat pengguna narkoba
  • jestem bogiem 2
  • carburateur 205 double corp
  • mujeres asesinas libro wiki
  • ani difranco evolve
  • symphony no. 3 vittorio giannini
  • binomio de newton en wikipedia
  • kelly mcgrath pearson
  • madcon feat. ameerah - freaky like me tekstowo
  • cartwright toronto lighting stores
  • mercadotecnia valores eticos
  • open iptv paketi cenovnik
  • nqf serious reportable events 2011
  • lectio login esbjerg gymnasium
  • changeling define
  • novus ying ong
  • von grund auf duden
  • finanzamt dresden 1 telefon
  • flex sort arraycollection dataprovider
  • impact factor jcb 2010
  • guerin knobs
  • dsm iv diagnostic criteria depressive disorder nos
  • canali circolo tennis
  • ador lazar lifespring financial
  • fortunes men anglo saxon
  • plush meaning and definition
  • handcent sms 3.9.9 apk
  • hierbas chilenas medicinales
  • current assets current liabilities ratio analysis
  • lindeberg yhtiöt
  • nrp at ucsf
  • bakugan mechtanium surge episode 39 english dub
  • juifs musulmans porc
  • northwood realty freedom pa
  • torr 1 mmhg
  • havo profiel natuur techniek
  • decoracion habitaciones matrimoniales feng shui
  • ribbons sparkles
  • berta emlak
  • wolf's rain requiem
  • beautyrest 2 memory foam topper cool fusion
  • foyer penning biermann bach
  • difference between productive and non productive cough
  • shadow of chernobyl walkthrough x18
  • flashed ati 5870 mac
  • husband xmas gifts
  • kosciol krzyza sw warszawa
  • preterito mais que perfeito composto exercicios
  • 271 ingersoll rand
  • doc truyen ngan thuan ngan ai muoi
  • spesifikasi zte light tablet
  • town markham garbage collection
  • blenders vitamix vs blendtec
  • tennessee titans have hands full
  • ift dc office
  • wada lebanon
  • defesa advogado
  • jse surplus uppers any good
  • itin scale co
  • sleigh tom
  • giddy hall cheshire
  • corin redgrave imdb
  • photography campbellsville ky
  • how to grow a life plant in sims 3
  • ncbi genbank blast
  • admission forms government college women ludhiana
  • ya venden mw3 en barcelona
  • skrillex porter robinson zedd pomona
  • fusion salon invermere
  • 42 plasma tv 1080p
  • newspaper articles 2011 global warming
  • bella's tarts and candles
  • recorridos omnibus cordoba argentina
  • prophylactic endarterectomy
  • raros fenomenos climaticos
  • online aangifte auto inbraak
  • pomeranian puppies for sale in pa under 300
  • rentas 3ra categoria
  • hello kitty colors 35th anniversary
  • orange bowl 2013 tickets
  • jean alves hilario
  • synastry william kate
  • expansion laplace
  • redmon contemporary country hamper
  • cruises small ships mediterranean
  • delete asm diskgroup
  • typology violence
  • compositing xfce4
  • global hectares ecological footprint
  • donnas vh1
  • zacatecas ubicacion mapa
  • radio positiva fm 98 9
  • skyway valet parking auckland airport
  • 2005 newell motorhome
  • dancewear niagara st catharines
  • plank urban meaning
  • titan 447 airless paint sprayer
  • secologanin dimethyl acetal
  • nuovo dizionario etimologico zanichelli